Ainda É Tempo; Ludmila Ferber – Letra

Ainda É Tempo; Ludmila Ferber

Ainda é tempo de voltar
Ainda é tempo de recomeçar
Ainda é tempo, Ainda é tempo

Retoma de onde houve um abalo
Retoma de onde houve uma queda
Retoma de onde houve uma derrota
Retoma o teu caminho
Retoma o teu lugar

A porta permanece ainda aberta
Não fique esperando pode entrar
Na hora o confronto dói mais cura

Aceite a correção, aceite o amor
Aceite o perdão, aceite a graça

Receba a correção, receba o amor
Receba o perdão, receba a cura

Respire fundo e recomece agora
Reconstruindo os muros e o altar
Não deixe que te roubem a coroa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *