Alegria do Céu; Paulo César Baruk – Letra

Alegria do Céu; Paulo César Baruk

É inevitável
A pergunta sempre vem
Que alegria é essa?
De onde ela vem?

Na hora de amigos
Num bate com o doutor
O tempo sempre é certo (eheee)
Pra falar do grande amor

No baile funk tem
Na pagodera tem também
Uma alegria passageira
Não lava a alma de ninguém

Não banque o vacilão
Não banque o réu
Ao fazerem a pergunta diga logo:
Essa alegria vem do céu

É inevitável
A pergunta sempre vem
Que alegria é essa?
De onde ela vem?

Na hora de amigos
Num bate com o doutor
O tempo sempre é certo (eheee)
Pra falar do grande amor

Na cocaína tem
Na loteria tem também
Uma alegria passageira
Não lava a alma de ninguém

Não banque o vacilão
Não banque o réu
Ao fazerem a pergunta diga logo:
Essa alegria vem do céu

A hora é agora
Cante alto solte a voz
Espalhe para o mundo
O que cristo faz por nós

Não banque o vacilão
Não banque o réu
Ao fazerem a pergunta diga logo:
Essa alegria vem do céu

No baile funk tem
Na pagodera tem também
Uma alegria passageira
Não lava a alma de ninguém

Não banque o vacilão
Não banque o réu
Ao fazerem a pergunta diga logo:
Essa alegria vem do céu

A hora é agora
Cante alto solte a voz
Espalhe para o mundo
O que cristo faz por nós

Não banque o vacilão
Não banque o réu
Ao fazerem a pergunta diga logo:
Essa alegria vem do céu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *