Após o Arrebatamento; Vanilda Bordieiri – Letra

Após o Arrebatamento; Vanilda Bordieiri

Quando DEUS se levantar do trono seu
Quando a ultima trombeta ecoar
nem a força gravitacional que esta na terra
Nem mesmo o vento forte que sopra no ar
Podem impedir aquele que é fiel
De subir voando para aos altos céus,
Quando ouvir Jesus o seu nome chamar

Quando isso acontecer é o arrebatamento
É Jesus voltando pra levar seu povo
O espirito Santo o agente do céu
Conduzindo a Noiva aos Braços do Noivo
Alegria eterna para a Igreja
Mas quem ficou na terra é só tristeza
Desespero dor e sofrimento
É o mundo após o arrebatamento

A terra super aquecida
As geleiras derretendo
Sedo agora agua doce
Mas os mares vão se enchendo
O atlântico pacifico
O indico transborda causando as enchentes
Destruindo casas animais e gentes
Tudo a sua frente, o verde da floresta
Agora em cinzas reduzidos
Cinzas nucleares deixam O céu azul agora enegrecido
A terra treme pois entram em erupção
O mar o mundo mar se transforma em gemido
O sol se entristece não da sua luz
Conseqüentemente a luz não dá sua beleza
O mundo inteiro chora lágrimas de fél
Gritando em desespero cadê a Igreja

Onde estão os lábios santos que pregavam o amor e paz e a liberdade
Onde estão os homens santos que choravam de joelhos pela humanidade
Onde esta as mãos ungidas para livrar o mundo agora desta dor cruél
Até a natureza chora declarando que a Igreja subiu para o céu
Esta escrito e vai se cumprir, quem falou não mente
A Igreja vai subir
Esta escrito e vai se cumprir, quem falou não mente
A Igreja vai subir

Quando isso acontecer é o arrebatamento
É Jesus voltando pra levar seu povo
O espirito Santo o agente do céu
Conduzindo a Noiva aos Braços do Noivo
Alegria eterna para a Igreja
Mas quem ficou na terra é só tristeza
Desespero dor e sofrimento
É o mundo após o arrebatamento

A terra super aquecida
As geleiras derretendo
Sedo agora agua doce
Mas os mares vão se enchendo
O atlântico pacifico
O indico transborda causando as enchentes
Destruindo casas animais e gentes
Tudo a sua frente, o verde da floresta
Agora em cinzas reduzidos
Cinzas nucleares deixam O céu azul agora enegrecido
A terra treme pois entram em erupção
O mar o mundo mar se transforma em gemido
O sol se entristece não da sua luz
Conseqüentemente a luz não dá sua beleza
O mundo inteiro chora lágrimas de fél
Gritando em desespero cadê a Igreja

Onde estão os lábios santos que pregavam o amor e paz e a liberdade
Onde estão os homens santos que choravam de joelhos pela humanidade
Onde esta as mãos ungidas para livrar o mundo agora desta dor cruél
Até a natureza chora declarando que a Igreja subiu para o céu
Esta escrito e vai se cumprir, quem falou não mente
A Igreja vai subir
Esta escrito e vai se cumprir, quem falou não mente
A Igreja vai subir

1 resposta a “Após o Arrebatamento; Vanilda Bordieiri – Letra”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *