Comunicação; Túlio Régis – Letra

Comunicação; Túlio Régis

Deter a sua mão, não dar o tato inerte
O suor no coração, viver o sentimento vizinho
Solitária locação de nem mesmo ter os pés na conclusão
De intimamente ser o amigo sobrenatural
Responder ao emissor do receptor, vem comigo sem ruído

O fator ideal, o ponto essencial de tornar real o feedback
A fé tão ilógica, racional, se materializar
Sem mesmo ver, possivelmente sentir
Indiscutivelmente crer que há sol no meu jardim
O canto dos lírios, rosa de sarom
Jesus me respondeu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *