Deputado Marco Feliciano acusado de racismo por mensagem em Twitter

O caso envolvendo o deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP), que afirmou nessa quarta-feira (30), no Twitter, que os “africanos descendem de um ancestral amaldiçoado”, deverá será analisado pela Corregedoria da Câmara dos Deputados.

  • A presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias, deputada Manuela d’Avila (PCdoB-RS), disse que irá encaminhar as mensagens do parlamentar para o órgão.

Em seu perfil na rede de microblogs, Feliciano disse: “africanos descendem de ancestral amaldiçoado por Noé. Isso é fato. O motivo da maldição é polêmica. Não sejam irresponsáveis twitters rsss”. Em seguida, outra mensagem, afirma que “sobre o continente africano repousa a maldição do paganismo, ocultismo, misérias, doenças oriundas de lá: ebola, Aids. Fome…(sic)”, afirmou Feliciano, que também é empresário e pastor evangélico.

Para Manuela d’Avila, as declarações são “bem graves” e “lamentáveis”. “Esse argumento religioso que justifica o racismo foi usado pela Igreja Católica há dois séculos para justificar a escravidão”, afirmou a parlamentar, em entrevista ao UOL Notícias.

  • A deputada disse que irá reunir as mensagens, apresentar na próxima reunião da Comissão e encaminhá-las à Corregedoria. “É o espaço adequado para se julgar e para que ele [Feliciano] possa se defender”, disse.

Para a parlamentar, é possível que, dependendo da decisão da Corregedoria, o caso vá parar no Comitê de Ética da Casa. “Na minha opinião, imunidade parlamentar não protege o crime de racismo. É garantido o direito da opinião, desde que honrada a Constituição”, afirmou D’Avila.

Por telefone, Feliciano disse que as mensagens foram publicadas por assessores, sem a sua aprovação. O parlamentar afirmou também que não considera as mensagens racistas. “Não foi racista. É uma questão teológica”, disse. “O caso do continente africano é sui generis: quase todas as seitas satânicas, de vodu, são oriundas de lá. Essas doenças, como a Aids, são todas provenientes da África”, acrescentou.

Após o contato da reportagem com a assessoria de Feliciano, a primeira mensagem foi apagada. Depois da entrevista ao UOL Notícias, o parlamentar republicou a mensagem.

Hoje, quase 20h depois das declarações, o deputado negou ser racista também no Twitter. “Tenho raízes negras como todos os brasileiros. Bem como dos índios e também europeus! Rejeito essas calunias infames! Aqui não seus desalmados”, disse Feliciano.

Marco Feliciano foi eleito deputado federal nas eleições do ano passado, com mais de 211 mil votos, e diz ter 30 mil seguidores no Twitter. “Sou afrodescendente, meu nariz é largo, meu cabelo é crespo. Tenho apoio do líder do movimento dos negros, pastor Albert Silva, de São Paulo”, defendeu-se.

  • Albert Silva, no entanto, nega que apóie Feliciano e discorda das opiniões do parlamentar. “As considerações dele são de foro íntimo. Como pastor negro e militante do movimento negro, eu considero um absurdo essa visão teológica do deputado. Viola o sentido explícito do relato bíblico”, afirma.

No perfil do deputado no Twitter, há também várias mensagens direcionadas a homossexuais. O deputado afirma que vários internautas da comunidade gay o perseguem e convoca os “cristãos” a despejarem mensagens nas páginas de seus críticos. Em seguida, o parlamentar listou uma série de usuários do Twitter que supostamente o atacam.

Fonte: UOL/ Gospel Prime
Via Baú Gospel

Até Breve!

4 respostas a “Deputado Marco Feliciano acusado de racismo por mensagem em Twitter”

  1. acontece que esses parlamentares eles leram tudo que é livro os melhores best sellers, até livro do conto da carochinha, mais nunca se quer pegaram a biblia pra ler entender e interpreta-la so que isso nao é pra uma cambada de politicos a maioria corruptos e que se aproveitam da ingenuidade do povo brasileiro e que so aparcecem na epoca de eleiçoes depois que ganham eles virao as costas e ficam se preocupando com coisas que nao condiz com a realidade brasileira enquanto eles falam de racismo os probrios politicos andam roubando o povo brasileiro com é notorio no meio politico e que a midia todos os dias esta divulgando como hoje assisti que tem funiconajrio do governo que bate o ponto vai embora pra casa vai me dizer que os politicos nao sabem disso
    que Deus tenha misericorida de vcs metidos a ppoliticos aprendam uma coisa e leem na biiblia ai daqueles que se levantarem contra os ungidos de Deus

  2. Estava demorando para que ,com este tal crescimento dos tais “evangélicos” (um povo de grande heterogenia, que esta longe de formar uma unidade em qualquer sentido) começassem a colocar as unhas de fora certos “pensadores” deste meio que sempre sustentaram ideias extremamente equiovocadas e que tiveram graves consequências históricas.O que o estupido do “Pr” Feliciano esta fazendo é nada mais do que requentando a desgraçada da “teologia da predestinação dos povos”(sic) uma mentira medieval convenientemente fabricada por europeus que se diziam cristão (de faxada) para justificar a exploração do resto do mundo (impio por natureza segundo eles) durante o expancionismo europeu (especialmente a Africa, rica em todo tipo de minério). Esta canalhice além de explicitamente racista ,fomentada pelos europeus que embora aparentemente cristãos traziam e trazem suas ideias pagãs de superioridade racial (a religião primitiva dos europeus pregava isso) é anti-cristã pois o Cristo veio quebrar toda barreira entre os povos dando diversos exemplos disso e o apostolo paulo foi mais fundo deixando claro que pra começo de conversa não importa se é judeu, grego ou o escambal Cristo foi o marco zero. Fica claro como o ambiente evangelico é eurocentrista pois toma por padrão e exemplo o sucesso europeu (isso é nada mais do que teologia da prosperidade) sucesso este que embora tenha a contribuição inequívoca do cristianismo enquanto filosofia de vida tambem veio em função de muita guerra,sangue e exploração alheia .Metodos nada santos.Ademais os povos vivem ciclos.Os africanos já viveram eras de prosperidade,bem como os europeus já tiveram seus dias de “homens da caverna” e no futuro tudo pode mudar pois a vida é um moinho.

    É preciso ver toda a história sob a ótica da antropologia ,da sociologia,da história, tudo se explica…Mas não!!!!!!!!Marcus feliciano e seus seguidores (Muitos concordam com ele e sua fácil e errada dedução) prefere ser um fundamentalista medieval e repetir a heresia biblica que gerou muito derramameto de sangue,guerras, o apartheide promovido por ‘cristão” holandeses na africa do Sul, a Ku kux klam queimando cruzes e enforcando negros simplesmente por serem como o criador amorosamente os fez.

    Diante disso eu pergunto o que diferencia este tipo de evangelico de um nazi-fascista,de um fanatico irracional qualquer.

    É .Depois de se envolver em roubalheiras a bancada evangelica esta fazendo o que faz de melhor…

    1. Hamilton! você não passa de um idiota, que tem o abito de descriminar os evangélicos,isso acepção é uma forma de descriminação e descriminação pra você é o que?

  3. Deus tenha misericorida de vcs metidos a politicos aprendam uma coisa e leem na biblia ai daqueles que se levantarem contra os ungidos de Deus . Deus de ilumine na sua defesa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *