Edir Macedo bebe Cerveja, Fiéis da IURD são contra

Edir Macedo e a Cerveja: Macedo nasceu na cidade de Rio das Flores, Rio de Janeiro no dia 18 de fevereiro de 1945. Atualmente é televangelista, empresário e bispo, fundador da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), e proprietário da Rede Record de Televisão

  • Em uma pregação no dia 30 de janeiro o bispo Edir Macedo, líder da Igreja Universal e dono da Rede Record, afirmou que bebe cerveja e vinho. O tema da pregação era fé e religiosidade e o bispo afirmou que a religião proíbe as pessoas de várias coisas, mas a fé deixa-as livre.

Ao comentar que bebe cerveja disse que tinha a consciência livre. Porém essa afirmação não agradou aos fiéis, pois a Universal tem um histórico de proibições às bebidas alcoólicas. O áudio do culto foi apagado do site oficial da denominação.

Não se sabe o motivo de tanta alvoroço, uma vez que o próprio Macedo disse, alto, claro e em bom som ser a favor do aborto… Não se espera menos, certamente, de um Pastor que se declara a favor de um tema tão escuso dentro do cristianismo.

  • Embora a afirmação seja recente, a anos Edir Macedo já havia assumido a bebida como algo do dia a dia. Em sua biografia o Bispo afirma beber cálices de vinho algumas vezes ao dia. Em 2009 o Bispo aceitou R$2,6 milhões para a Record realizar uma cobertura especial do carnaval carioca diretamente do camarote de uma famosa marca de cerveja.

A cerveja é uma bebida produzida a partir da fermentação de cereais, principalmente a cevada maltada, e acredita-se que tenha sido uma das primeiras bebidas alcoólicas a serem desenvolvidas pelo ser humano.Uma cerveja é qualquer uma das variedades de bebidas alcoólicas produzidas pela fermentação de matéria com amido, derivada de cereais ou de outras fontes vegetais.

As fábricas de cerveja e de algumas outras bebidas alcoólicas são geralmente chamadas de cervejarias. Historicamente, a cerveja era já conhecida pelos sumérios, egípcios e mesopotâmios, desde pelo menos 4 000 a.C. Como os ingredientes usados para fazer cerveja diferem de acordo com o local, suas características (tipo, sabor e cor) variam amplamente.

 

Fique por dentro!

16 respostas a “Edir Macedo bebe Cerveja, Fiéis da IURD são contra”

  1. QUE VERGONHA PARA O EVANGELHO SE ISSO FOR VERDADE MESMO,ELE QUE VIVE FALANDO QUE O SERVO DE DEUS E CONHECIDO PELOS FRUTOS E NAO PALO DOM,E O QUE ELE EO BISPO RENATO FALOU NO SEU BLOG.

    1. Até Jesus bebia vinho, Edir Macedo não é Deus é um humano passível de erros, e o pior é estes padres que comem criancinhas, isso sim é pecado, Não é uma cerveja ou um vinho que o fará perder a graça divina. Vocês que criticam olhem para suas vidas e atirem a primeira pedra quem não tem pecado. Não acho que algo que eu beba ou coma me afastara de Deus, a menos que a comida seja uma criança.
      Radicais, o povo gosta mesmo é de ipocrezia. Amo o Bispo independente de ele beber ou não mesmo eu não tomando alcool.

      Lavem suas bocas e olhem seus pecados antes de falar de quem só faz o bem!!!!

    2. 10 Provas que Jesus nunca fez nem bebeu vinho alcoólico:

      1. Por causa da Sua Santa Natureza.

      Em Heb. 7:26 lemos que o Senhor Jesus é “santo, inocente, imaculado, separado dos pecadores.” Sem dúvida que “Deus se manifestou em carne” (1Tim. 3:16), se tornando o Salvador-Homem. Ele poderia ser visto por qualquer pessoa e elas viam a Sua total santidade. Profanos soldados, por exemplo, que foram enviados para prendê-lO, deram a desculpa de não terem trazido-O, a de que “Nunca homem algum falou assim como este homem.” (Jo. 7:46). As palavras de Jesus eram diferentes, Ele sem sombra de dúvida tinha caráter, fala e aparência santos. Por que isso é tão importante? Considere essa ilustração. A palavra “cidra” pode significar o vinho alcoólico ou simplesmente suco de uva. Suponhamos que nós vivêssemos durante os anos de 1920, durante o período da proibição de álcoolismo nos Estados Unidos (aliás um período maravilhoso de diminuição drástica da criminalidade). Suponhamos que se aproximassem duas pessoas oferecendo um gole de cidra. Uma das pessoas, o homem mais santo da cidade, fiel na casa de Deus, separado do mundo, diligente em suas orações, e sempre testemunhando a outros; o outro um vendedor de bebida alcoólica. Se ambos oferecessem um gole de sua “cidra,” nós assumiríamos que o que o homem santo estava a oferecer era suco de uva e não haveria dúvida alguma sobre o que o vendedor de álcool estava se referindo. Obviamente, o caráter da pessoa influencia o que essa pessoa faz. Desde que Jesus Cristo era “santo, inocente, imaculado, separado dos pecadores,” nós podemos assumir seguramente que Ele não faria o aquilo que as Escrituras chamam de algo escarnecedor, enganador dos homens, algo que causa desgraças indescritíveis.

      2. Por que Ele não poderia contradizer as Escrituras.

      Em Mt. 5:17-18, Cristo deixou muito claro dizendo: Não cuideis que vim destruir a lei ou os profetas: não vim abrogar mas cumprir. Porque em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem, nem um jota ou um til se omitirá da lei sem que tudo seja cumprido.” Portanto, Cristo não poderia ter entrado em contradição com Hab. 2:15 que diz: “Ai daquele que dá de beber ao seu companheiro! Ai de ti, que adiciona à bebida o teu furor, e o embebedas para ver a sua nudez! Certamente Jesus sabia que esse verso estava na Bíblia, pois Ele é o Autor dela! Ele não apenas era muito bem familiarzado com as Escrituras, mas como Dono e Autor, Ele sabe que acerca dEle as Escrituras foram escritas. Ele não veio para violar as Escrituras, mas para cumprí-las. Ele não poderia fazer isso se tivesse feito vinho alcoólico e se o tivesse dado ao seu próximo. Algumas pessoas tentam refutar o uso desse verso e essa conclusão clara, dizendo que a aplicação seria apenas para aquele que estava dando de beber ao seu próximo com a intenção de descobrir a nudez. O pecado seria apenas a intenção, não o beber álcool. Entretanto, mesmo que não haja essa intenção, devemos nos lembrar que quando alguém dá ao seu próximo algo que o faz bêbado, ele já está pecando e está colocando a si mesmo na mesma classe daqueles que têm a intenção: o resultado será o mesmo: a nudez.

      E como as Escrituras ordenam que evitemos “toda a aparência do mal” (1Ts. 5:22), nós podemos ter a certeza de que o Senhor Jesus jamais poderia ter feito algo que o associaria com tal prática maligna descrita em Hab. 2:15. Pela mesma razão, nenhum crente deveria se envolver na venda de bebida alcoólica.

      3. Porque em Lev. 10:9-11, há o mandamento de que o sacerdote de Deus não podia beber vinho nem bebida forte.

      “Não bebereis vinho nem bebida forte, nem tu nem teus filhos contigo, quando entrardes na tenda da congregação, para que mão morrais… para fazer diferença entre o santo e o profano e entre o imundo e o limpo. E para ensinar aos filhos de Israel todos os estatutos que o SENHOR lhes tem falado…” Agora, desde que em Heb. 2:17 chama Cristo de “misericordioso e fiel sumo sacerdote,” nós esperaríamos que ele obedecesse todas a Escritura, inclusive o que diz respeito ao seu ofício. Se Ele tivesse feito ou bebido vinho alcoólico, Ele teria desobedecido esses versos e teria se desqualificado para ensinar os filhos de Israel os estatutos do Senhor.

      4. Porque, como já visto, em Prov. 31:4-5 está a proibição para reis e príncipes beberem vinho alcoólico ou qualquer outra bebida forte. Se eles o fizessem, seus julgamentos seriam pervertidos.

      Era necessário para Cristo obedecer estes versos também, pois Ele é o Príncipe da Paz (Isa. 9:6), e Rei dos reis (Apoc. 19:16). Em Mat. 27:11 Ele admitiu ser o Rei dos Judeus. Ele montou num jumentinho para cumprir Zac. 9:9, que profetizou que o rei de Israel entraria na cidade daquela maneira. Sem dúvida, desde que Ele era Rei, como tal Ele jamais poderia ter bebido vinho alcoólico, pois teria que ter obedecido Pv. 31:4-5.

      5. Porque Cristo não veio para escarnecer nem enganar as pessoas.

      Entretanto, em Prov. 20:1 lemos que o vinho alcoólico faz as duas coisas. Ao invés de escarnecer e enganar, ele veio para salvar!

      6. Porque Cristo não veio para mandar as pessoas para o Inferno.

      Nós já vimos que Isa. 5:11-14 ensina que o Inferno irá se alargar por causa da bebida alcoólica. Cristo não veio para mandar pessoas para o Inferno. Ouçamos Jo. 3:17: “Porque Deus enviou o Seu Filho ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele.”

      7. Porque Cristo não veio para lançar uma pedra de tropeço perante ninguém.

      Todavia, lemos em Rom. 14:21 que a pessoa que dá bebida alcoólica a outra, faz exatamente isso. “Bom é não comer carne, nem beber vinho, nem fazer coisas em que teu irmão tropeçe, ou se escandalize ou enfraqueça.” Qualquer um que tenha estudado o problema do alcoolismo, aprendeu que algumas pessoas não podem lidar com nenhuma quantidade de álcool, enquanto que outras podem beber um ou dois copos “socialmente” e parar. Especialistas não sabem porque isso acontece. Várias teorias foram propostas, mas nada foi provado quanto a algo comum a todas as pessoas afetadas. Alguns dizem que é químico, outros insistem que deve ser psicológico. O fato é que nós não sabemos com certeza. Em qualquer grupo de pessoas, pode haver vários alcoólatras em potencial, caso eles comecem a beber. Que lástima, para uma pessoa, que seria um escravo em potencial, provar o primeiro gole de álcool na mesa do Senhor em uma igreja, e então prosseguir no caminho miserável do alcoolismo até o túmulo! Eu certamente não iria querer que os meus filhos provassem o primeiro gole (nem gole algum) numa reunião de família, muito menos numa igreja. Um ou mais deles poderiam ser alcoólicos em potencial. Como isso é possível, devemos considerar que algumas denominações que servem vinho alcoólico em seus cultos, também possuem casas de recuperação de alcoólatras para seus oficiantes! Todavia, podemos ficar absolutamente seguros que Cristo não veio para causar que outros tropeçassem!

      8. Porque não há motivo algum para que o vinho de Caná em João 2 tenha sido alcoólico.

      Muitos insistem que aquele vinho era alcoólico com base em João 2:10 que diz: “Todo o homem põe primeiro o vinho bom e, quando já têm bebido bem, então o inferior; mas tu guardaste até agora o bom vinho.” Eles dizem que naqueles dias era comum servir o melhor vinho alcoólico no começo da festa e guardar o pior para depois, quando o paladar das pessoas já estivesse estragado pela bebedeira. Todavia o ponto é exatamente o oposto aqui! Essas pessoas podiam reconhecer com certeza, que o vinho que Jesus fez era muito melhor do que o que fora servido no início. Isso não seria possível se eles já estivessem no estado de intoxicação alcoólica! O argumento se auto destrói. O fato é que nenhum dos dois era alcoólico, mas puro suco de uva.

      9. Porque o Senhor Jesus Cristo não teria recebido glória alguma se tivesse feito pessoas bêbadas, mais bêbadas ainda!

      O verso 11 é de suma importância quando declara que, por intermédio desse milagre, Jesus “manifestou a sua glória.” O verso 10 indica que as pessoas já tinham bebido “bem” daquilo que estavam bebendo. Se aquilo que estavam bebendo fosse álcool, eles estariam intoxicados ou quase. Se Cristo tivesse feito vinho alcoólico, Ele teria feito gente quase bêbada em mais bêbada ou completamente bêbada! Tal feito, com certeza, jamais poderia trazer nem manifestar glória nenhuma nEle.

      10. Porque fazer pessoas bêbadas mais bêbadas ainda, jamais poderia fazer com que os discípulos cressem mais fortemente nEle.

      Todavia no verso 11, lemos que como resultado do que Ele fez, transformar água em vinho, “seus discípulos creram nEle.” Em Jo. 1:41, vemos que eles já criam nEle como Messias; isso entretanto, aprofundou a fé deles e uma prova de que eles não estavam errados. Será que fazer pessoas bêbadas, mais bêbadas iria inspirar tal fé? O oposto é o que aconteceria. Eles não procuravam por um Messias que distribuísse álcool de graça! Portanto, por causa da descrição desse milagre e o seu resultado, não podemos concluir outra coisa senão que esse vinho era suco de uva.

    3. Vc, tem que amar a Deus SUA BURRA IGNORANTE e não a homems, nem parece que e evangelica.

  2. SE ELE FAZ ISSO MESMO ELE PRECISA NASCER DE NOVO,SE NAO ELE NAO VAI ENTRAR NO REINO DE DEUS,SO FALTA ELE FALAR QUE A FE NAO PROIBE TRANSAR COM UMA PESSOA A NAO SER SEU CONJUGUE,OU TER RELACAO SEXUAL COM UM HOMEM PORQUE SUA CONCIENCIA ESTA LIMPA,E CLARO QUE ESTA LIMPA PORQUE O PECADO E GOSTOSO SO QUE NOS AFASTA DA PRESENCA DE DEUS.

  3. CONFESSAM QUE CONHECEM A DEUS,MAS NEGAM-NO COM AS OBRAS,SENDO A BOMINAVEIS,E DESOBEDIENTES,E REPROVADOS PARA TODA BOA OBRA. TITO 1:16;

  4. …AI DAQUELE HOMEM POR QUEM O ESCANDALOVEM! MATEUS 18:7, ESTE BISPO SO VIVE METIDO EM ESCANDALO COM O QUE ELE FALA,AGORA A MAIORIA DOS SEUS PASTORES SAO UM EXEMPLO DE HOMENS DE DEUS,E MELHOR ELE FICAR UM TEMPO SEM ABRIR A BOCA E SE ABRIR E SO PARA FALAR O QUE ESTA NA BIBLIA, PORQUE ELE SO FALA DE FE, A BIBLIA TAMBEM PROCLAMA CONTRA O PECADO ELE TENQUE FALAR TAMBEM DISSO.

  5. ERA SÓ O QUE FALTAVA PARA COMPLETAR O CURRÍCULO DELE
    ” SÓ JESUS EM BISPO” COMO SE NÃO BASTASSE TODOS OS OUTROS ESCANDALOS AGORA MAIS ESSA…

    1. eu curto a universal do reino de deus, acho muito inteligente a forma como ele organiza e comanda tudo isso. admiro este cara de nome EDIR MACEDO! eu não pertenço e não faço parte destas denominações..

  6. NÃO SEJA POR ISSO. BEBER CERVEJA NÃO É PECADO, SENÃO BEBER VINHO TAMBÉM SERIA. O QUE É PECADO, SEGUNDO AS ESCRITURAS, É FICAR ALCOOLIZADO E SAIR DE SI, COMO ACONTECEU COM NOÉ, MAS PELO AMOR DE DEUS, QUEM PAGOU PELO PECADO FOI SEU FILHO QUE TENTOU MANCHAR A HONRA DO PAI. ISSO NÃO É NADA DEMAIS, O QUE É DEMAIS É A HIPOCRISIA, POIS OS PASTORES DESSA DENOMINAÇÃO DIZEM SER PECADO BEBER CERVEJA. SÃO UM BANDO DE TOLOS.

  7. Não sou a favor do bispo macedó para mim ele não é homem de Deus, pois ele prega que homem tem livre arbítrio, que o diabo solto fazendo e acontecedo e ele invalida o sacrifício de Jesus práticando as obras da lei, que são batismo nas águas, jenju, sacrifícios para ter benção finaceira e reconstruir o templo de salomão que é negar a jesus, por que relembra a antiga aliança e isso é um ato maçonico. Mas com relação a bebida, bispo macedó não pecou nem peca nem pecará pois Deus condenar a embriagues, Deus não condena beber um copo ou uma taça, Deus condena a glutonária e não comer um prato de comida, mesmo não gostando do bispo eu sou obrigado a concorda com ele, jesus bebeu vinho e tinha álcool, jesus deu vinho para o povo na festa do casamento e o mestre sala da festa disse que era vinho de melhor qualidade, meus irmãos se jesus tivesse dado suco de uva para o povo o mestre sala iria reprova e o povo iria chamalo de charlatão e olhe lá se jesus não levasse uma piza um moe de peia, que nem diz o cearence, se vocês lê timóteo 5 23 paulo recomenda a ele toma um copo vinho, vamos deixa a hipocresia vocês vêe o cisco mas não a trave que aquilo que foi citado no início . A paz, marcos alves!!!

  8. seu burros ñ se apeguem em q o padre fez ou em q o bispo fez ou em q o postor fez ou ate mesmo em q o mebro fez se apegue somente em q JESUS fez por nos q entregar sua vida por nos
    vamos nos apreder a pegar em suas promessa para q nos sejamos salvo
    por a salvação e individual vamos nos precupar com nos e ñ em critica contra os outras pessoas
    seja como um bom samaritano n~olhe se é negro branco ou bisexssual eterosexssual mulher ou homeme vamos ajudalo en vez de pisalo ñ seja mais um levita q passou por aquela pessoa e deixouali jogada por q tinha q louvar a DEUS ñ q vc ñ deva louvar aDEUS louve a DEUS mais ame o proximo como assim mesmo é tudo q eu tenho a dizer para vcs um abraço e que DEUS ABENÇÕE A TODOS

  9. Abram o olho, esse Tal Edir Marcedo já provou por A+B que é um tremendo picareta e ainda existe gente de boa fé que continua sendo manipulada!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *