Jornais afirmam que Cristo Redentor será sombra perto do Templo de Salomão

A autêntico templo de Salomão não era tão grande quanto o que esta sendo feito pela Igreja Universal do Reino de Deus; mas sem duvida alguma a universal, ou até mesmo a Igreja Católica Apostólica Romana, NA ATUALIDADE, não conseguiria fazer um templo tão cheio de glória, outro, prata e pedras preciosas como o templo construído por Salomão.

O texto bíblico ressalta que foram amontoados até os dias de Salomão, 100.000 talentos de ouro (3.472 Milhões de Kl de outro) e 1.000.000 de talentos de prata, (34,472 Milhões de Kl de prata). Cada talento equivale na medida ocidental mais de 34 Kl no peso original. De sorte que um talento de prata, valeria, 60 Mil dólares.

O cobre e ferro de tão grande quantidade, não se pode averiguar o peso. Além de contribuir com 3.000 talentos de ouro e 7.000 talentos de prata, da sua fortuna pessoal. Recebeu também como contribuições dos príncipes, ouro no valor de 5.000 talentos, 10.000 daricos e prata no valor de 10.000 talentos, bem como muito ferro e cobre. (1 Crónicas 22:14; 29:3-7) Salomão não chegou a gastar a totalidade desta quantia na construção do templo, depositando o excedente no tesouro do templo (1 Reis 7:51; 2 Crónicas 5:1).

Não só em valores, mas Salomão montou uma mega organização para consubstanciar o trabalho. Para isso, convocou 30.000 homens de Israel, enviando-os ao Líbano em equipes de 10.000 a cada mês. Convocou 70.000 dentre os habitantes do país que não eram israelitas, para trabalharem como carregadores, e 80.000 como cortadores (1 Reis 5:15; 9:20, 21; 2 Crónicas 2:2). Como responsáveis pelo serviço, Salomão nomeou 550 homens e, tudo indica, 3.300 como ajudantes. (1 Reis 5:16; 9:22, 23).

A questão é que notícia sobre a construção da réplica do Templo de Salomão vem dando o que falar até mesmo em grandes vertentes mundiais. Dois dos principais jornais de língua inglesa: o The Guardian, da Inglaterra, e o The New York Times, dos Estados Unidos. Na publicação, os jornais se basearam no post publicado no blog do bispo Macedo, onde ele divulga os detalhes das dimensões da construção e ressaltando que a obra será duas vezes mais alta que a estátua do Cristo Redentor, do Rio de Janeiro.

Segundo a reportagem do The Guardian, a replica do Templo deixaria a estátua do Cristo Redentor na sombra, já que será duas vezes maior que a construção do Rio de Janeiro.  De igual modo a matéria do The New York Times deu destaque à opinião do presidente da Juventude Judaica Organizada, de São Paulo, divulgada no blog do bispo Macedo, de que a iniciativa pode representar mais um esforço na luta antissemita, levando maior entendimento sobre a cultura judaica ao povo brasileiro.

Os engenheiros e a administração acreditam que o Templo do Brás teria sua conclusão prevista para 2014, e que, por suas dimensões, deve passar a figurar entre as principais obras arquitetônicas do mundo.

Fique por dentro!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *