O Crente e o Vento; Andréa Fontes – Letra

O Crente e o Vento; Andréa Fontes

O vento vem, o vento vai,
O vento balança o crente
E o crente não cai

O crente quando é crente,
Está firmado numa rocha
Essa rocha é Cristo
Não se abalará
O inimigo tenta
Mas não pode derrubar,
Operando Deus
Quem impedirá
O crente é igual palmeira
Se enverga,
Mas não quebra,
Quem olha, pensa
Que é queda
Pensa que caiu no chão
Porém não se desespera,
Mesmo em tal situação,
Pois o crente se segura
Com jejum e oração
E quando o vento termina,
A surpresa grande é,
Pensam que o crente caiu
Mas o crente está de pé

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *