Oração de Padre gera pelêmica nos EUA

Uma oração feita no Kansas na sessão de inauguração da ‘Kansas House of Representatives”.  Os organizadores/Parlamentares pediram um reverendo chamado Joe Wright que fizesse a oração de abertura no Senado de Kansas, todos esperavam uma oração ordinária, mas isto foi o que todos escutaram:

“Senhor, viemos diante de Ti neste dia, para Te pedir perdão e para pedir a tua direção.
Sabemos que a tua Palavra disse: Maldição àqueles que chamam “bem” ao que está “mal”, e é exactamente o que temos feito.
Temos perdido o equilíbrio espiritual e temos mudado os nossos valores.
Temos explorado o pobre e temos chamado a isso “sorte”.
Temos recompensado a preguiça e chamamo-la de “Ajuda Social”.
Temos matado os nossos filhos que ainda não nasceram e temo-lo chamado “a livre escolha”.
Temos abatido os nossos condenados e chamamo-lo de “justiça”.
Temos sido negligentes ao disciplinar os nossos filhos e chamamo-lo “desenvolver a sua auto-estima”.
Temos abusado do poder e temos chamado a isso: “Política”.
Temos cobiçado os bens do nosso vizinho e a isso temo-lo chamado “ter ambição”.
Temos contaminado as ondas de rádio e televisão com muita grosseria e pornografia e temo-lo chamado “liberdade de expressão”.
Temos ridicularizado os valores estabelecidos desde há muito tempo pelos nossos ancestrais e a isto temo-lo chamado de “obsoleto e passado”.
Oh Deus!, olha no profundo dos nossos corações; purifíca-nos e livra-nos dos nossos pecados.
Amém”

Ao ouvir o termino da prece, um dos parlamentares abandonou a sala durante a oração. Três outros criticaram a oração do Reverendo classificando a oração como “uma mensagem de intolerância”.


Durante as seis semanas seguintes, a Igreja ‘Central Catholic Church‘ onde trabalha o sacerdote Wright recebeu mais de 5.000 chamadas telefonicas, das quais só 47 foram desfavoráveis.

Esta Igreja recebe agora petições do mundo inteiro, da Índia, África, Ásia, para que o pároco Wright ore por eles.

Até Breve!

1 resposta a “Oração de Padre gera pelêmica nos EUA”

  1. Parabéns ao padre pela ousadia. Que outros se levantem com o mesmo propósito e declarem a verdade que muitos querem calar por interesses pessoais ou políticos.Afinal, tudo que ele disse é a mais pura verdade! Paz e bem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *