PT sai na defensiva e ataca Pastor Paschoal P. Júnior da Igreja Batista – Curitiba (PR)

Depois de tudo que vem acontecendo no meio político brasileiro, principalmente no quesito presidências; uma nova imposta salta esta Semana: Alguns dias atrás começou a ser veiculado na rede um vídeo do Pastor Paschoal Piragine contrapôs contra candidatos do PT alegando que os mesmos, fecharam acordo pra legalizarem as leis que desfavorecem as igrejas cristãs.

Pois bem, o pedido do pastor da 1ª Igreja Batista em Curitiba (PR), Paschoal Piragine Júnior para que os evangélicos não votem nos candidatos do PT, gerou revolta entre os integrantes do partido. Durante entrevista à Rádio CBN do Paraná, o dirigente do PT, Enio Verri, disse que vai acionar o pastor juridicamente imediatamente.

No dia 29 de agosto o pastor alertou a Igreja sobre a ‘iniqüidade estatizada’ e denunciou que o PT, durante o Congresso anual, manifestou-se favorável ao aborto, PLC 122/06. A mensagem repetida durante os dois cultos da Igreja lembrou como a iniqüidade pode ferir o coração do homem. Após pedir oração pelas eleições exibiu um vídeo mostrando os casos de abortos, infanticídios indígenas e ameaça à igreja através do PLC 122/06 que cria uma ditadura gay. No vídeo, durante a Parada Gay, lideranças do movimento preparam uma ofensiva para aprovar leis como a união civil entre pessoas do mesmo sexo com apoio do Governo.

Enio Verri diz que o partido estuda medidas para acioná-lo juridicamente e diz que ele mentiu misturando posição pessoal e insinuou que Piragine está comprometido. “Não esperava que um pastor proferisse a mentira, certamente o céu não será destino dele.
Em poucos dias, mais de 1 milhão de pessoas já assistiram ao vídeo da mensagem. O baú gospel também postou este artigo sobre o caso.

Fique por dentro!

8 respostas a “PT sai na defensiva e ataca Pastor Paschoal P. Júnior da Igreja Batista – Curitiba (PR)”

  1. Meu Deus eu me arrependo de já ter votado no PT.
    Isto é minha opinião.
    O PNDH3 foi gerido e apresentado alienígenas que não faziam parte do PT!!!!!!!

  2. Estão querendo nos calar dentro de nossas próprias igrejas. Se não nos levantarmos agora, chegará o tempo em que ser cristão, neste país, será um crime, pois este é o conteúdo deste infame plano de desenvolvimento dos direitos humanos, apresentados pelo Excelentíssimo Presidente da República. De forma muito sutil, estamos caminhando para isso. Nós cristão não podemos lutar contra nós mesmos. Se estão havendo tantas manifestações de cristãos por todo o Brasil, cristãos de todas as religiões, católicos e evangélico, algo nunca visto anteriormente, ministro, pastores e padres se colocando tão firmemente a respeito de algo em comum, é porque este ” algo” é ameaçador. Não vamos nos deixar iludir por campanhas bonitas, sorrisos, carismas e uma falsa imágem de um Brasil melhor. Um país sem Deus, dirigidos por ateus convictos, não pode, de forma alguma, ser abençoado. Um abraço a todos.

  3. O POVO DE DEUS PRECISA TOMAR CUIDADO COM OS RUMOS DO NOSSO PAÍS. SE ELEGERMOS CANDIDATOS QUE CONCORDAM COM ESSAS COISAS, EM BREVE NÃO EXISTIRÁ TERRA NESSE PAÍS PARA PRENDER TANTOS PASTORES, PADRES, E CRISTÃOS VERDADEIROS QUE VÃO SE RECUSAR A DESOBEDECER À PALAVRA DE DEUS.

  4. Parabéns pastor Piragine pela sua coragem!!!!!!
    Não nega o seu Deus e seus princípios e não se junta a ateus convíctos para se promover e ganhar votos. Cada vez o admiro mais, verdadeiro PASTOR de almas, realmente comprometido com seu rebanho e com as causas de Deus!!!

  5. Quero dizer que também concordo totalmente com o pastor Pascoal pelo seu corajoso discurso. Seria bom que outras pessoas influentes, como: pastores, padres, líderes comunitários, professores, etc também se levantassem para alertar e conscientizar seus grupos para não votarem em candidatos que estão comprometidos com o Lula, Dilma, Zé Dirceu, José Genuíno e outros guerrilheiros, ateus, invasores de terras produtivas e descompromissados com o futuro do nosso país. Afinal, os cristãos deveriam se unir! A situação é urgente e não há lugar para rótulos denominacionais! Afinal, os católicos e evangélicos são a esmagadora maioria no nosso país e não é justo que uma insignificante minoria queira se levantar para afrontar um povo que quer unicamente viver em paz. Recomendo aos interessados que também entrem no youtube e assistam os três vídeo do padre Paulo Ricardo em seu corajoso sermão. É lamentável que algumas pessoas totalmente desinformadas se levantem para simplesmente criticar sem saber o que estão fazendo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *