Rima nervosa; Apocalipse 16 – Letra

Rima nervosa; Apocalipse 16

a rima continua o som é forte pode me chama de bob eu
vim da norte e agora eu vou falar tem que te bala na
agulha é 1,2 e os mano tão tudo na fissura malandro de
atitude não é pra qualquer um o bagulho é de verdade
quem se foi deixou saudade mas segue firme e pá eu e
as mina la fazendo um som ah como é bom são 4 da
madruga e a cachaça não acabou a rima é de malandro
pra malandro professor
tudo planejado só falto as cocotinha tinha uma do meu
lado que saiu fora da linha dei maio arreto saiu toda
molhadinha mina mó safada ela é da correria pobre da
sua mãe trabalhando todo dia pensa que sua filha ta em
casa na cozinha fazendo bita gorda pro seu mano e pra
subrinha quero dá o meu peguinha sabe o jeito segue a
linha!!!…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *